Assembleia Municipal de Lisboa
logotipo
Página do Grupo Municipal do Parque das Nações por Nós - (PNPN)
A política editorial desta página é da inteira responsabilidade do Grupo Municipal do Parque das Nações por Nós - (PNPN)
PNPN
PNPN
PNPN
PNPN
PNPN
PNPN
Carta Ideológica

Vivemos hoje, mais do que nunca, um tempo onde a sociedade civil tem de ser chamada a ser mais atuante, onde os cidadãos devem ter um papel mais ativo, participativo e determinante nos destinos da sociedade em geral e na evolução e dignificação do individuo em particular.

Vivemos hoje, mais do que nunca, um tempo onde a sociedade civil tem de ser chamada a ser mais atuante, onde os cidadãos devem ter um papel mais ativo, participativo e determinante nos destinos da sociedade em geral e na evolução e dignificação do individuo em particular.

Reconhecemos que os políticos que nos têm governado nas últimas décadas, bem como os partidos da oposição, não têm dignificado, pelo menos o quanto podiam e deviam, a história, cultura e valor dos portugueses. Não se tem feito Política em Portugal, entendida esta como a bela arte de bem servir a comunidade.

Foi com a consciência plena do estado social em que vivemos e o desejo de querer fazer e tudo fazer ancorados numa aposta clara na defesa, promoção e desenvolvimento do ser humano, bem como no escrupuloso respeito pelos valores da liberdade, democracia, pluralidade e independência partidária, que moveu muitos de nós, moradores do Parque das Nações, a criar um movimento social, de cidadania. É um movimento social constituído por um Grupo de Cidadãos que, ao abrigo da Lei das Autarquias Locais vai concorrer à gestão da freguesia do Parque das Nações. Fazemo-lo Por Nós, na defesa dos superiores interesses da nossa comunidade e não abdicando dos nossos Valores e Compromissos.

Portugal precisa de uma sociedade civil forte, empenhada, corajosa e abnegada. Se acreditamos em Portugal e nos portugueses, não podemos demitir-nos da obrigação de cidadãos responsáveis pela construção duma sociedade (mundo) melhor. Não podemos colocar a nossa vida na garagem! É altura de agir! É tempo de viver! Não nos podemos demitir!

1ª acção de rua

O que é a Carta Ideológica?

De forma simples, direta e objetiva, como tudo deveria de ser, poderemos dizer que a Carta Ideológica do Grupo de Cidadãos – Parque das Nações, por nós, é uma síntese da Missão deste Grupo de Cidadãos e que engloba as grandes linhas de orientação e de vivência do nosso movimento de cidadania.

São, se quisermos, por um lado, INSTRUÇÕES sobre o modelo de vivência e desenvolvimento social que ambicionamos para a nossa comunidade do Parque das Nações e, por outro lado, CONTRIBUTOS para uma vida comunitária que se pretende mais participativa, justa e caminhante para a plenitude da realização individual e comunitária.

Para que serve?

Os Princípios Ideológicos do Parque das Nações – Por Nós, têm como principais propósitos:

ESTIMULAR os cidadãos do Parque das Nações a participarem mais ativamente na gestão da sua comunidade.

INSPIRAR os cidadãos do Parque das Nações a sustentar o seu compromisso social.

ORIENTAR os cidadãos do Parque das Nações oferecendo um enquadramento e uma perspetiva de caminho social e comunitário, sustentados no nosso Programa de Desenvolvimento e Progresso e numa Visão clara e definida que temos para o Parque das Nações em 2020.

MOTIVAR os cidadãos do Parque das Nações predispondo-os a avançar, a agir, a desinstalarem-se e saírem da sua zona de conforto, refletindo, discutindo, exigindo, participando, mas sempre construindo, apesar de todos os constrangimentos e dificuldades em que Portugal está mergulhado.

Onde se aplica?

A Carta Ideológica do Grupo de Cidadãos – Parque das Nações, Por Nós, não pretende ser apenas um documento. Não pode ser apenas mais conjunto de palavras, porventura bonitas e calorosas, mas vagas e sem consequência. Pelo contrário, deverá ser de tal forma interpelativa e provocadora para nos empurrar, a todos, para uma nova vida em comunidade e na comunidade do Parque das Nações.

Deveremos aplicar os seus pilares ideológicos na vida quotidiana. Na nossa família, no trabalho, na escola, nas entidades e associações, …, em todas as estruturas sociais, ações coletivas e, sobretudo, na praxis individual. Quem fala de justiça, de verdade, de transparência e rigor, deve ser visto e reconhecido por praticar a justiça, a verdade, a transparência e o rigor.

O que nos move?

O que nos move é sobretudo a defesa e promoção da Paz, da Justiça e do Amor!

É esta a nossa ideologia! Este é o nosso Compromisso! Esta é e será a nossa praxis!

É em conformidade e no respeito para com estes eternos conceitos, ainda que muitas vezes esquecidos e negligenciados, que agiremos na defesa intransigente dos superiores interesses da comunidade do Parque das Nações, cumprindo e exigindo o cumprimento dos 10 Pilares Ideológicos que se seguem:

1. Humanismo

Seremos intransigentes na defesa da dignidade e direitos humanos, promovendo uma salutar e harmoniosa convivência com todos os seres vivos. Teremos uma atenção especial para com os mais desfavorecidos e excluídos socialmente, bem como teremos um olhar firme e constante às preocupações ambientais e ecológicas.

2. Comunidade

O individualismo não é solução. O individualismo e o culto da personalidade não é uma virtude. Não pretendemos o poder pelo poder, mas entendemo-lo como um meio para servir melhor e mais eficazmente a nossa comunidade. Sendo comunidade, vivendo em comunidade, defendemos a coesão e o respeito pela diversidade cultural, étnica, religiosa, …

3. Liberdade

Defendemos a Liberdade, a Democracia e um Estado social sustentável. Somos apartidários e por uma economia e sociedade responsável e justa. Respeitamos os valores individuais e a pluralidade, defendendo o intercâmbio cultural com todas as nações e a comunhão entre os povos.

4. Honestidade

Viver em comunidade é respeitar o próximo. Só há respeito se formos honestos e vivermos na verdade.

5. Serviço

Fazer Política, ser Político é agir na defesa da causa pública. É, em última, mas também em primeira instância, Servir o Homem. É este espírito de serviço, com total independência, desinteresse por qualquer protagonismo e desapego ao poder, que nos move e impele a agir!

6. Competência

A visão aliada à ação pode mudar o mundo! Somos uma equipa experiente e com provas dadas! Dentro e fora da comunidade da freguesia do Parque das Nações. Temos objetivos e uma estratégia. Defendemos uma cultura de mérito e que promove a ação, a participação e a inovação.

7. Responsabilidade

Se temos capacidade e talento, e temos, então temos que os por em prática. Agiremos com frontalidade, rigor e transparência. Temos rosto. Vivemos na freguesia do Parque das Nações. Estamos disponíveis.

8. Coragem

Recusamos a passividade e a indiferença. O tempo das cedências e do politicamente correto acabou. Seremos intransigentes na defesa das necessidades, desejos e expectativas dos moradores da Freguesia do Parque das Nações.

9. Justiça Social

Apostando na educação e na solidariedade, lutaremos pela felicidade de todos, construindo, assim, uma sociedade, a começar pelo nosso bairro, mais justa, responsável e fraterna.

10. Plenitude

Tudo faremos com o firme propósito de contribuir para que cada cidadão da freguesia do Parque das Nações possa atingir o seu pleno potencial enquanto ser humano e ser social.

Fazemo-lo por si. Fazemo-lo por nós.

Somos o Grupo de Cidadãos – Parque das Nações, Por Nós,