Assembleia Municipal de Lisboa
*
*
ideias recebidas on-line até 31 de Dezembro
Proponha você mesmo
26-11-2014 LJ, AML
Programa Uma Praça em Cada Bairro

Se acha que as praças de Lisboa ficavam mais bonitas e serviriam melhor os moradores da zona, se as suas ideias fossem postas prática, é este o momento de deitar mãos ao projecto.
Até 31 de Dezembro a CML está à espera das sugestões enviadas on-line ou apresentadas em sessões públicas.

Quer mais acontecimentos culturais de rua? Mais esplanadas? Abrandamento da velocidade dos autocarros? Transito condicionado? Pedonalização de uma certa zona?
Querer já pode ser poder para os moradores de 10 dos 30 espaços que integram o programa Uma Praça em Cada Bairro e que foram considerados de intervenção prioritária entre os 150 identificados inicialmente pela Câmara Municipal de Lisboa e as juntas de freguesia da cidade.

São eles, nesta primeira fase do programa, o Largo de Santos, Largo da Igreja de Benfica, Largo do Calvário, Rua de Campolide, Praça Duque de Saldanha, Praça das Picoas, Largo de Alcântara, Avenida da Igreja, Praça do Chile e o Largo da Boa-Hora.

As sessões públicas onde é possível intervir pessoalmente neste primeiro terço já começaram e continuam até dia 12 de Dezembro nas freguesias em que se inserem. Online, têm os lisboetas hipótese de apresentar as suas ideias até ao fim do ano.

Acabado este período de "proponha você mesmo", e avaliadas as propostas, será feito e divulgado um relatório com as conclusões, passando-se então à fase de projecto, que será apresentado aos moradores das zonas incluídas no programa, para então se deitar mãos à obra.

Se esta proposta de participação lhe agrada, aceite o desafio da CML e participe no programa Uma Praça em Cada Bairro

Uma ideia com alicerces testados
Há milhares de anos, todos as decisões das comunidades eram tomadas, e executadas, em conjunto. Assim nasceram as "comunidades". Agora as cidades dos anos 2 mil vão regressando ao planeamento local conjunto. Nos países anglófonos a ideia já passou de projecto a obra há uns anos e gerou conceitos diversos de planeamento conjunto entre autarquias e moradores, com resultados extraordinários em alguns bairros de algumas cidades.
Que assim crescem mais humanos, e mais cuidados por quem lhes "projectou" as zonas comuns.

LJ - AML

Fica pequeno vídeo de explicação de um destes novos conceitos, o "neighbourhood planning", recolhido em http://www.edenproject.com