Assembleia Municipal de Lisboa
*
17 de Maio
Lisboa hasteou bandeira arco-íris
17-05-2016

Para marcar o dia nacional contra a homofobia e a transfobia, a Câmara Municipal de Lisboa hasteou a bandeira do arco-íris. O dia foi instituído depois de aprovação unânime pelo Parlamento, e foi hoje comemorado pela primeira vez em Portugal.

Foram os vereadores João Afonso e Paula Marques, ambos dos Cidadãos Por Lisboa, que hastearam a bandeira. As fotografias tiradas para assinalar o momento foram divulgadas na página do movimento no Facebook, numa publicação na qual se fala numa "marca visível para uma luta que faz sentido numa cidade que se quer solidária e inclusiva".

No entanto, poucas horas depois "a bandeira arco íris" já não estava lá. O alerta foi feito por Helena Roseta, enquanto deputada do movimento Cidadãos por Lisboa, durante a reunião da Assembleia Municipal de Lisboa desta terça-feira à tarde.
"São gestos que são mais sinais", afirmou Helena Roseta, que pediu explicações sobre o assunto ao presidente da câmara. Em resposta, Fernando Medina garantiu que tinha dado "indicações expressas" para que a bandeira fosse hasteada, acrescentando que desconhecia a razão pela qual ela tinha sido entretanto retirada. O autarca fez ainda saber que deu novas indicações para que ela fosse reposta.

Também hoje, na sua sessão plenária, a Assembleia Municipal de Lisboa aprovou por unanimidade um voto de saudação do Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia e Contra a Discriminação, apresentado pelo PAN.

História e significado

A bandeira arco-íris é o símbolo do orgulho, do reconhecimento e da cultura lgbt a nível mundial. Desenhada pelo artista plástico Gilbert Baker, em 1977, a bandeira é composta por listas horizontais de seis cores diferentes (roxo azul, verde, amarelo, laranja e vermelho), semelhantes às do arco-íris. Estas cores representam a diversidade humana. Saiba então um pouco mais sobre cada cor da bandeira.

Inicialmente a bandeira tinha oito cores, as seis que actualmente a formam e mais duas, o rosa e o turquesa. A cada cor é atribuído um significado especifico e com o objectivo de definir a cultura, os interesses e todo o movimento LGBT:

Cores actuais:

  • ROXO - Significa o espírito, o desejo de vontade e a força.
  • AZUL - Significa as artes e o amor pelo artístico.
  • VERDE - Simboliza a natureza e o amor pela mesma.
  • AMARELO - Simboliza o sol, a luz e a claridade da vida.
  • LARANJA - Simboliza a cura e o poder.
  • VERMELHO - Significa o fogo, a vivacidade.

Cores antigas:

  • ROSA - Simboliza o sexo e o prazer carnal.
  • TURQUESA - Simboliza a harmonia e a pacificação.