Assembleia Municipal de Lisboa
Voto 071/01(PPM) - Saudação a António Filipe Pimentel
04-06-2019

Agendado: 4 de Junho de 2019
Debatido e votado: 4 de Junho
Resultado da Votação: Aprovado por maioria com a seguinte votação: Favor: PS/ PSD/ CDS-PP/ PCP/ BE/ PAN/ PEV/ PPM/ 4 IND - Abstenção: 4 IND
Ausência do Grupo Municipal do MPT e de dois Deputados(as) Municipais Independentes da Sala de Plenário
Passou a Deliberação: 231/AML/2019
Publicação em BM:3º suplemento BM 1322

SAUDAÇÃO
a António Filipe Pimentel

António Filipe Pimentel, 57 anos, anunciou a 2 de Janeiro do corrente ano, numa reunião com directores de museus, palácios e monumentos, a indisponibilidade para se manter à frente do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA).

Sob a sua direcção o MNAA iniciou uma campanha sistemática de renovação museográfica que alterou a percepção pública da instituição, ao mesmo tempo que se empenhou no enriquecimento das colecções e no desenvolvimento da investigação científica.

Defendeu insistentemente a necessidade de alteração do modelo de gestão do Museu, conferindo-lhe autonomia administrativa e financeira, bem como a ampliação da sua estrutura física.
Em 2016 foi uma das 17 personalidades internacionais da cultura e das artes seleccionadas para um encontro com o Papa Francisco sob o título "Arte luce di Dio", tendo, na ocasião, proferido uma alocução no Senado italiano.

O trabalho de António Filipe Pimentel durante o período enquanto director incluiu o lançamento inédito de campanhas públicas para a angariação de fundos para adquirir novas obras para o museu, a renovação de várias galerias, nomeadamente de têxteis, pintura, mobiliário e escultura portuguesas, e a realização de parcerias com privados para a realização de exposições internacionais.

Crítico das condições de trabalho desde há muito, explicou que as razões da sua saída foram fruto de uma erosão nas relações com a tutela, que fez com que não tivesse reunido uma única vez com a actual ministra da Cultura. Por outro lado, defendeu que não podia continuar a dirigir um museu face ao "problema estrutural de recursos humanos a todos os níveis" que a instituição, com 68 funcionários, atravessa, e que já, por várias vezes, obrigou ao encerramento de algumas das suas salas.

A 18 de Setembro de 2012, a Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, com os votos favoráveis do PS, PSD, CDS, PEV, PCP, MPT, PPM e BE, e com votos contra de 4 Independentes, uma Recomendação do PPM para a melhoria das acessibilidades ao Museu, reorganização do jardim e do estacionamento, renovação da sinalética, recomendação essa que ia ao encontro das mudanças iniciadas por António Filipe Pimentel.

Assim, a Assembleia Municipal de Lisboa, reunida em sessão ordinária de 4 de Junho de 2019, delibera:

1. Saudar e congratular o Director demissionário, António Filipe Pimentel, pelo trabalho exemplar que teve à frente dos destinos do MNAA;

2. Enviar o presente voto ao Director demissionário e dar conhecimento do mesmo à Câmara Municipal de Lisboa.

Lisboa, 4 de Junho de 2019
Pelo Grupo Municipal do PPM
Aline Hall de Beuvink

Documentos
Documento em formato application/pdf Voto 071/01(PPM) 78 Kb
Documento em formato application/pdf 3º Suplemento BM 1322977 Kb