Assembleia Municipal de Lisboa
Voto 074/05 (PS) - Saudação Pelas Festas da cidade, Pelo Movimento Associativo e Pelas Marchas
18-06-2019

Agendado: 18 de Junho de 2019
Agendado: 18 de Junho de 2019
Debatido e votado: 18 de Junho de 2019
Resultado da Votação: Aprovado por unanimidade
Ausência de um Deputado(a) Municipal Independente da Sala de Plenário
Passou a Deliberação: 275/AML/2019
Publicação em BM: 6º Suplemento ao BM nº 1322

Voto de saudação
Pelas Festas da cidade, Pelo Movimento Associativo e Pelas Marchas

Todos os anos Lisboa sai à rua para as Festas da Cidade. Os bairros ganham vida, cor, alegria, animação e música. Em cada bairro uma festa. As coletividades e o movimento associativo durante meses preparam este momento, ensaiam marchas, desfilam pelas ruas e avenidas e enchem de vida a cidade.

Criadas em 1932 por Leitão de Barros, com o objetivo de revitalizar o Parque Mayer, as marchas populares, apesar dos seus altos e baixos ao longo de décadas, afirmaram-se definitivamente como um dos ex-líbris da cidade de Lisboa.

As marchas são a forma mais genuína como os bairros vivem a sua cidade. Lisboa já não dispensa as marchas populares, fazem parte do seu património histórico.

Considerando a importância que assumem cada vez mais as marchas populares nas festas de Lisboa, a Assembleia Municipal de Lisboa apresenta um voto de congratulação pelo êxito que constituiu este ano as marchas populares, um dos pontos altos das festas de Lisboa.
Parabéns à Camara Municipal de Lisboa, parabéns à EGEAC - Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EM, enquanto entidade organizadora.

As marchas populares, para além da cor e brilho que dão na sua exibição na véspera de Santo António, promovem um bairrismo salutar, o sentimento de partilha a uma comunidade, ocupam de forma saudável os tempos livres de centenas de jovens, incrementam o espírito de fraternidade e solidariedade entre as gentes dos nossos bairros.

E são fruto do esforço e empenho de milhares de pessoas, em particular os jovens marchantes, que durante meses dedicam muitas horas depois de um dia de trabalho a erguer este grande acontecimento que são as marchas de Lisboa. As marchas populares souberam de ano para ano renovar-se, conciliando tradição e modernidade.

Todas as marchas concorrentes, este ano, demonstraram uma grande criatividade, empenho, profissionalismo e dedicação, contribuindo para o sucesso deste momento das Festas de Lisboa, estando todos de parabéns.

Uma palavra muito especial para as três primeiras classificadas: as marchas do Alto do Pina, Alfama e Penha de França.

Como dizia Norberto de Araújo na Grande Marcha de 1950, interpretada por Amália Rodrigues:
Enquanto os bairros cantarem
Enquanto houver arraiais
Enquanto houver Santo António
Lisboa não morre mais

Assim, a Assembleia Municipal de Lisboa reunida a 18 de junho de 2019, por proposta do Grupo Municipal do Partido Socialista, delibera:
1 - Saudar todas as associações, clubes e coletividades que participaram no concurso das marchas populares, em representação dos seus bairros, pelo seu esforço, empenho e dedicação, numa das mais ricas e belas tradições, que dão vida às Festas da Cidade;
2 - Congratular as marchas do Alto do Pina, Alfama e Penha de França;
3 - Congratular a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC, enquanto entidades organizadores deste evento na cidade de Lisboa;
4 - Enviar o presente Voto a todas as associações, clubes e coletividades participantes, bem como à Câmara Municipal de Lisboa e à EGEAC;

Pelo Grupo Municipal do Partido Socialista,
os Deputados Municipais,

José Leitão
Sofia Oliveira Dias
Miguel Coelho
João Valente Pires

Documentos
Documento em formato application/pdf Voto 074/05 (PS) 105 Kb
Documento em formato application/pdf 6º Suplemento ao BM nº 1322837 Kb