Assembleia Municipal de Lisboa
Voto 084/05 (PSD) - Pelo Centenário do Clube de Futebol "Os Belenenses".
08-10-2019

Agendado: 8 de Outubro de 2019 nova versão
Debatido e votado: 15 de Outubro de 2019
Resultado da Votação: Aprovado por unanimidade
Passou a Deliberação:403/AML/2019
Publicação em BM:4º Suplemento ao BM 1341, 31.10

Voto de Saudação
Pelo Centenário do Clube de Futebol "Os Belenenses".

Reza a História que, foi numa "noite de verão" (como descreve Acácio Rosa), que num banco de jardim, Artur José Pereira reuniu os primeiros entusiastas: o seu irmão Francisco Pereira, Henrique Costa, Carlos Sobral, Joaquim Dias, Júlio Teixeira Gomes, Manuel Veloso e Romualdo Bogalho. Depois desse encontro a ideia do novo Clube foi submetida ao juízo de Virgílio Paula e Francisco Reis Gonçalves. Várias reuniões se sucederam, com mais intervenientes ainda, até que em 23 de Setembro de 1919, na Praça Afonso de Albuquerque, se decidiu a fundação do novo Clube: o Clube de Futebol "Os Belenenses".
O Belenenses fez incontestavelmente parte, durante 6 décadas de um quarteto de grandes; foi 4 vezes o melhor de Portugal; durante décadas e décadas seguidas era sempre candidato assumido a todos os títulos nacionais (Campeonato de Portugal, Campeonato Nacional e Taça de Portugal); e se só ganhou um Campeonato Nacional, esteve na luta pela sua conquista muitos e muitos anos até bem perto do fim - aliás, por 5 vezes chegou à última jornada a poder ser campeão.
Em 7 ou 8 anos de ouro, o Belenenses foi 3 vezes campeão de Portugal (1927, 1929 e 1933) e 2 vezes vice-campeão (1926 e 1932). Além disso, numa prova que ao tempo tinha imensa importância, foi, no mesmo período, 4 vezes campeão de Lisboa: 1926, 1929, 1930 e 1932. Ou seja, nestas 8 épocas, só numa delas não foi conquistado nenhum título (1928).
Apesar de recentemente criado e muitos lhe vaticinarem um fim rápido, o Belenenses cedo se impôs como um dos maiores Clubes de Portugal desde o Campo do Pau de Fio, nome dado devido ao poste de telégrafo situado no terreno e logo em 1919/20 marcou presença na final do Campeonato de Lisboa, perdendo contra o Benfica.
A 29 de Janeiro de 1928 deu-se a inauguração do Campo das Salésias, casa do Clube até 1956.
O Belenenses só falhou o pódio por uma ocasião, já no Restelo, estádio inaugurado a 23 de Setembro de 1956, construído com o esforço dos Belenenses, sob uma pedreira. A partida inaugural foi frente ao Sporting, a iluminação nocturna estreou-se dois dias mais tarde, frente ao Stade Reims,
Mas o CF Belenenses não é só futebol. O Belenenses é um dos mais titulados emblemas portugueses, podendo ser vistos no seu Museu, mais de dez mil troféus conquistados nas diversas modalidades do Clube. Destacam-se as seguintes modalidades:

Andebol
Atletismo
Basquetebol
Natação
Rugby
Triatlo e Duatlo
Futsal

Por tal e neste momento de celebração do seu centenário, vem o Grupo Municipal do PSD propor que a Assembleia Municipal de Lisboa, na sua sessão de 8 de Outubro, delibere;

Saudar e congratular o CF Belenenses pela celebração do seu centenário e endereçar aos seus corpos directivos os votos de continuação do sucesso desportivo nas mais variadas modalidades em que intervém.

Lisboa, 23 de Setembro de 2019

O Grupo Municipal do PPD/PSD

Documentos
Documento em formato application/pdf Voto 084/05 (PSD)65 Kb
Documento em formato application/pdf 4º suplemento ao BM 1341, 31.10172 Kb