Assembleia Municipal de Lisboa
Grupos Municipais
logotipo
Página do Grupo Municipal do Partido Popular (CDS/PP)
A política editorial desta página é da inteira responsabilidade do Grupo Municipal do Partido Popular (CDS/PP)
*
A favor da preservação da profissão de engraxador
14-04-2015

Debatida e votada: 14 de Abril de 2015
Aprovada por maioria com a seguinte votação - A favor: CDS, PSD, PCP, PEV, MPT e PAN. | Abstenção: PS, PNPN, BE e IND.

Perante os alertas efectuados pelos engraxadores de Lisboa sobre o perigo de extinção desta actividade tradicional lisboeta constatou-se que o exercício da profissão está ameaçado devido a vários factores, entre eles:

• Diminuição de clientes;
• Taxas municipais elevadas, desproporcionais para a actividade;
• Falta de apoios para valorizar a profissão.

Após o projecto desenvolvido pela SCML, em 2011 e actualmente suspenso, que apostava na formação profissional e no apoio, em material para o exercício da função e acções de marketing aos engraxadores, criou-se um impasse que tem conduzido ao declínio desta actividade.

Salientamos que, esta profissão, para além de manter um cunho tradicional pretende criar valor social e económico em benefício de desempregados com baixas perspectivas de empregabilidade sendo, também, um instrumento de reinserção social.

O CDS-PP considera importante que Lisboa mantenha e preserve as profissões que fazem parte da sua história e identidade, pelo que o Município deverá envidar todos os esforços rumo a esse propósito.

Nesse sentido, o Grupo Municipal do CDS-PP propõe à Assembleia Municipal de Lisboa que recomende à Câmara Municipal de Lisboa que:

• Encete contacto com a SCML para obter informação sobre a possibilidade de reactivação do projecto «Tradição - Valorização de profissões tradicionais;
• Em caso de resposta negativa, recupere o programa de formação profissional de engraxadores;
• Estude a possibilidade de criação de um quiosque de rua para protecção climatérica de engraxadores e clientes;
• Avalie a possibilidade de encetar uma campanha de marketing e publicidade, em parceria com outras entidades, para estímulo desta profissão.

O Grupo Municipal do CDS-PP sugere, também, que as Juntas de Freguesia:

• Cobrem apenas uma taxa simbólica a quem exerce esta actividade;
• Criem sinergias com o comércio local (mercados, estabelecimentos comerciais privados com grande afluência de público) para o exercício da actividade de engraxador.

Lisboa, 10 de Abril de 2015

O Grupo Municipal do CDS-PP

Diogo Moura